Ir para o conteúdo

Prefeitura de Lins e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Lins
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
09
09 JUL 2020
GABINETE DO PREFEITO
Prefeitura de Lins faz homenagem aos Pracinhas da Revolução de 1932
enviar para um amigo
receba notícias

Na manhã desta quinta-feira (09), o Prefeito Edgar de Souza, acompanhado pelo vice-prefeito, Carlinhos Daher, também pelo vereador Ademir Chiarapa, o Coronel do 37.º BIL, Romar Lira e o 1.º Tenente Marçal da Policia Militar participaram de homenagem aos soldados constitucionalistas da revolução de 1932.

A solenidade foi realizada junto ao Mausoléu do Soldado Constitucionalista na Praça Joaquim Piza, onde estão sepultados três dos quatro voluntários homenageados, são eles, Vitoriano Borges, Mário Camargo, Rosalino Silva e João Batista de Araújo.

O feriado, comemorado apenas no estado de São Paulo, é uma homenagem à Revolução Constitucionalista de 1932, um dos acontecimentos mais marcantes do Brasil.

Este ano, porém, devido à pandemia do coronavírus, o feriado foi antecipado para o dia 25 de maio como uma tentativa de incentivo ao isolamento e, para evitar aglomerações. O prefeito Edgar de Souza destacou a importância da homenagem que representa um marco para a cidade, revivendo a memória de todos que batalham por um país melhor através da Revolução de 1932. “Temos que manter viva a Revolução de 32, que nos trás valores importantes”, afirma.


Sobre a Revolução de 1932

A Revolução Constitucionalista de 1932 foi um movimento armado ocorrido em São Paulo (na capital e no interior), que teve início no dia 9 de julho e durou até o mês de outubro, contando com o apoio de estudantes, intelectuais e políticos, que tinham como objetivo impedir a continuação do governo provisório de Getúlio Vargas, exigir uma nova Constituição e eleições presidenciais. O conflito terminou com a rendição do Exército Constitucionalista em 2 de outubro e com um total de 934 mortos.

O resultado dessas ações é que a revolta civil fez com que o governo acabasse com o perfil revolucionário do regime em maio de 1933, quando foram realizadas eleições para a Assembléia Nacional Constituinte, que mais tarde elaboraria a Constituição de 1934, responsável por trazer novidades, como a instituição do voto feminino e da Ação Popular.

Foi o Projeto de Lei nº 710/1995 que deu origem à Lei Estadual nº 9.497, de 5 de março de 1997, na qual foi instituído o 9 de julho como feriado no estado de São Paulo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lins

Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia